Caixa Indie: Dandy Ace

Última atualização:

Quem escreve esse artigo é um jogador que gosta de ser desafiado nos jogos. É prazeroso entender as mecânicas e o universo até que o ciclo se feche de maneira natural com você chegando na tela dos créditos se sentindo um badass.

Calma lá, morrer diversas vezes em um chefe ou naquela bendita parte mais de 100 vezes realmente é algo chato e nem sempre chegamos ao êxito do que tanto esperamos, mas assim como na vida real, tudo é aprendizado, e é por isso que hoje falarei de um jogo nos moldes rogue-like, como Dead Cells e Hades (joguem Hades, por favor), que caminha em seu desenvolvimento mas sua demo já está disponível para os jogadores terem uma pequena noção de como o projeto está ficando.

Já lhes adianto que Dandy Ace é estiloso e difícil, o resto você confere nas próximas linhas.

Um mágico estiloso

Dandy Ace é um rogue-like, se você não conhece o gênero tudo bem, basicamente rogue-likes são jogos que fazem com que o jogador tente passar uma sequência de fases, e após falhar (morrer), o jogo retorna ao início, com você tendo uma noção melhor dos inimigos e das fases, e na maioria dos jogos conseguindo melhorias conforme progride na jornada. Cada nova partida iniciada faz com que o jogador crie mecânicas próprias para conseguir sucesso na sua jornada, que nunca será fácil, mas chegar ao fim sempre compensa.

Assim como o nome do jogo o personagem que controlamos se chama Dandy Ace, sua missão é derrotar os inimigos e enfrentar o ilusionista Lele, que acabou aprisionando o personagem dentro um espelho amaldiçoado. Dandy é um mágico estiloso que utiliza cartas mágicas para acabar com os seus inimigos, a combinação das cartas é algo bem promissor, segundo a própria desenvolvedora as combinações ultrapassam mil possibilidades.

As cartas mágicas do game, existem uma variedade grande de magias disponíveis.

Cada carta possui uma habilidade, como deslizar, criar uma nuvem tóxica, criar explosões, desacelerar os inimigos, entre diversas outras cartas disponíveis. O leque de habilidades é bem diverso, cabe ao jogador manipulá-las ao seu favor e criar seu próprio estilo de jogo, talvez esse seja um dos pontos mais altos do gênero. A cada partida o jogador recebe combinações diferentes e novos desafios, fazendo com que o jogo não caia num abismo da mesmice, sempre há algo novo para testar.

Conhecendo a DEMO

A demo inicia com um prólogo da história, inserindo o jogador diretamente no universo do jogo. No quesito narrativo não temos algo tão gigantesco, é uma deixa simples, uma narrativa cômica que funciona muito bem com o propósito do jogo. Tendo experimentado a demo gostaria de pontuar algumas coisas que me agradaram. Se tratando de uma DEMO, o jogo se mostra promissor na jogabilidade e nas combinações de build, o jogo tem comandos precisos, algo que é fundamental em jogos rogue-like, tudo funcionando bem, não encontrei nenhum bug durante a jogatina.

O combate do jogo

O combate é rápido e funcional, os inimigos tem uma inteligência artificial boa, conforme batalha você percebe combinações que podem ser feitas com as cartas mágicas, ampliando seu dano por exemplo. O jogo possuí alguns modos de dificuldade, que certamente irão desafiar até os mais experientes do gênero.

Os mapas tem um design extravagante, você irá andar por palácios luxuosos, e assim como protagonista, o estilo sempre prevalece. O gráfico é atraente, mesclando 2D com visão isométrica. A trilha sonora e os efeitos das magias e dos inimigos também são bem produzidos.

Outro recurso bacana são os fragmentos de espelho e ouro, que após serem adquiridos podem ser utilizados para deixar seu personagem mais forte e obter ajuda dos assistentes e aliados diferentes.

Fiquei muito feliz com o que presenciei na demo e aguardo o lançamento do jogo para testar a versão finalizada e quem sabe trazer uma análise do jogo aqui no site.

As características de Dandy Ace segundo os desenvolvedores:

  • Experiência Rogue-like: tente, morra e tente novamente até derrotar o ilusionista de Olhos Verdes com a rejogabiliade e adrenalina de um rogu-like com melhorias permanentes que o tornam mais forte conforme você avança a cada partida.
  • Ação dinâmica isométrica 2D: com muitos combates desafiadores, mas justos. Lute contra criaturas bizarras e chefes ultrajantes enquanto constrói seu próprio arsenal de magia.
  • Crie seus baralhos: Combine cartas com mais de mil possibilidades, cada uma com seu próprio estilo de jogo e poderes.
  • Desafios do Palácio que Sempre Muda: Explora a estética extravagante e pródiga do jogo através da progressão não linear do palácio, lutando contra inimigos e chefes únicos, em sua busca para derrotar Lele e escapar do espelho amaldiçoado.

Confira o trailer do jogo abaixo.

A demo de Dandy Ace só está disponível para o PC, via Steam, mas o jogo tem lançamento agendado para 2021, chegando para PC, PlayStation 4, Nintendo Switch e Xbox One.

Sobre o estúdio

A Mad Mimic é uma desenvolvedora independente de jogos situada em São Paulo, Brasil. Fundada por pessoas que tem paixão por videogames e que sonhavam em provar que é possível trabalhar e ganhar a vida com o que amam: Games.

Segundo as informações do site da desenvolvedora, o estúdio busca criar experiências com interações inteligentes, design de níveis bem executados, arte comovente e o fator chave, a diversão.

 

 

 

 

 

 

 

 

Fundação: 2017
Website: www.madmimic.com
Contato para Imprensa/Negócios:contact@madmimic.com
Mídias Sociais: Facebook | Youtube |  Twitter Instagram LinkedIn
Telefone:+55 11 960588587

Leia Mais
Análise – Hellpoint