Os melhores Beat ‘em Up e Hack N’ Slash para jogar no Xbox

Os jogos Beat ‘em UP e Hack N’ Slash estão muito bem representados, com opções que agradam a todos jogadores, desde os casuais até os hardcore.

Em geral são história sobre poder e atacar sem parar centenas de inimigos de uma vez, fazendo você se sentir como um exército de um homem só, praticamente um RAMBO. A principal diferença é que alguns títulos concentram-se em apenas em socos e o outros em esgrima. Após jogar vários destes jogos durante o ano e também ler ótimas análises dos meus amigos do Xboxmania, resolvi listar alguns deste estilo clássico e aclamado pela crítica. Alguns são novos outros nem tanto, mas que de certo modo me divertiram bastante e eu tenho certeza que também vai divertir muitos de vocês, seja no Xbox One e até mesmo nos novíssimos Xbox Series X|S.

Lembrando que os jogos aqui listados são compatíveis com toda família Xbox One e Xbox Series e que como o nome sugere é uma LISTA de recomendação, não um comparativo.


A série de hack n ‘slash extra exagerada, exterminadora de demônios, está de volta com Devil May Cry 5 Special Edition. O mundo está sob o cerco de uma horda de demônios, liderados pelo poderoso rei demônio Urizen. Cabe aos caçadores de demônios Dante e Nero, acompanhados pelo misterioso invocador de demônios conhecido como V, chutar o traseiro de Urizen e enviar seu exército de volta ao inferno. A edição especial inclui o modo Turbo, o modo Legendary Dark Knight e o irmão gêmeo de Dante, Vergil, como personagem jogável.

 


Yakuza 0 Zero é um jogo de aventura e ação ambientado no Japão dos anos 1980, onde facções rivais da Yakuza lutam por dinheiro, propriedades e poder. Assuma o papel de dois protagonistas: Kiryu Kazuma, um novato yakuza do Clã Tojo, que está tentando limpar seu nome após ser acusado de um assassinato que não cometeu, e Goro Majima, um dono de cabaré que tenta secretamente recuperar juntou-se ao Clã Tojo depois que ele foi exilado por desobedecer ordens.


 

Streets of Rage 4 marca o tão esperado retorno da épica série de série beat em ‘up da Sega. Os policiais aposentados Axel Stone, Adam Hunter e Blaze Fielding descobrem que uma nova organização criminosa está assumindo o controle de Wood Oak City. Com a polícia comprada pelos vigaristas, nossos heróis saem da aposentadoria para salvar a cidade novamente. Juntamente com o punk rocker Cherry Hunter e o ciborgue de luta livre Iraia Floyd, eles partiram para salvar Wood City Oak da maneira mais correta possível – socando os criminosos até o fim.

Como um gamer old-school confesso que fiquei super empolgado com o anúncio e lançamento de Streets Of Rage, que é disparado o meu jogo favorito da época do Mega Drive.


Bayonetta é a garota-propaganda dos espancamentos modernos em terceira pessoa. Bayonetta é uma Bruxa Umbra com o poder de invocar demônios usando seu cabelo e a força para derrubar monstros do tamanho de arranha-céus. Buscando recuperar suas memórias perdidas após ter sido selada por 500 anos, Bayonetta viaja para a cidade de Vigrid. Lá ela terá que lutar com os anjos do Paradiso.


Diablo III não é necessariamente uma franquia que poderiamos classificar como hack n´slash, porém Diablo III mudou algumas características do jogos que o fez ser classificado como tal. Atualmente ele é um RPG de ação hack n ‘slash, onde você invade masmorras para saques e luta contra ataques de monstruosidades mágicas. Escolha uma das seis classes de personagens para explorar o mundo de Sanctuary e interromper uma profecia antiga que significaria a ruína do mundo.

Desculpem pelo trailer do Nintendo Switch, mas foi o que eu encontrei, além disso Diablo III é um ótimo jogo, vale conferir!


Castle Crashers Remastered é um side-scrolling, hack n ‘slash onde você joga como um grupo de cavaleiros multicoloridos para resgatar quatro princesas do Dark Sorcerer. Forme um grupo de até quatro “amigos” (existe friendly fire) no modo cooperativo online e offline para lutar contra todos os tipos de vilões e demônios em sua busca maluca para derrotar o Feiticeiro das Trevas.

Lembro de ter jogado muito a primeira versão de Castle Crashers no Xbox 360, porém esta versão remasterizada está ainda melhor, com amigos então nem se fala.


River City Girls é um beat em ‘up estilo side-scrolling ambientado na cidade titular, que é invadida por delinquentes violentos. Você joga com as garotas do ensino médio Misako e Kyoko, que ficam sabendo que seus namorados Kunio e Riki, os mais descolados da River City High, foram sequestrados. Então as garotas decidem fugir da escola e vasculhar todos os cantos da cidade para salvá-los, ao mesmo tempo em que espancam qualquer colega de classe rival, vigarista, policial corrupto ou canalha que esteja em seu caminho.

Testei River City Girls recentemente e me surpreendi com o gameplay fluído e a qualidade do jogo, depois de ver que era produzido pela WayForward entendi porque era tão bom.


Battletoads (2020) é um reboot da clássica série beat em ‘up cult criado pela Rare nos anos 1990. Corra através da galáxia com os sapos mais descolados dos videogames, lutando para recuperar sua fama perdida depois de serem trancados por 26 anos pelos tirânicos “Topions”. Derrote ordas de capangas, destrua naves no espaço e teste sua paciência nas Turbo Bikes sozinho ou em modo cooperativo para três jogadores.


Antigamente, a Capcom dominava os fliperamas com beat em ‘ups prontos para tomar conta de seu quarto com um número esmagador de inimigos e chefes desafiadores. Agora você pode reviver a experiência de arcade dos anos 90 com o Capcom Beat ‘Em Up Bundle. Esta coleção inclui Final Fight, Captain Commando, Knights of the Round, Armored Warriors, The King of Dragons, Battle Circuit e Warriors of Fate. Todos foram preservados em suas formas originais de arcade e incluem jogo cooperativo local e online.

Quem nunca jogou Final Fight em um fliperama? bem, talvez se você tiver nascido depois do ano 2000 você não tenha jogado, esta é a sua oportunidade.


Este foi um que eu não joguei, porém fui contemplado com a belíssima análise do nosso editor Lucian Ribeiro, aliás ele fez questão de resumir sua experiência abaixo.

Misture uma jogabilidade variada, intuitiva e divertida a gráficos bonitos que lembram filmes stop-motion e ambientação chinesa estilo Clã das Adagas voadoras. Essa é a receita que faz 9 Monkeys of Shaolin um Beat’em Up diferenciado e criativo. No papel de um pescador reativo e passional, você descobrirá um enredo com algumas reviravoltas enquanto o próprio personagem principal melhora a sua técnica de luta e evolui seu comportamento.

E ai o que acharam desta lista de Beat ‘em Up e Hack N’ Slash? se você acha que faltou algum título fique a vontade para compartilhar e sugerir!

Leia Mais
F1 2020 – Você consegue repetir o sucesso de Mick Schumacher na F2?