Netflix e Amazon: 5 filmes para “cagar nas calças” neste halloween!

Calafrios, sensação de desconforto e distúrbios intestinais, quem nunca gostou de sentir aquele friozinho na barriga vendo um bom filme de terror?

Aproveitando o clima de Halloween, listo para vocês 5 filmes da Netflix e Amazon Prime absolutamente aterrorizantes (do mais leve até o mais pesado), só não veja sozinho.

 

5 – ELI

Qualidade:

Nível de cagaço:

Onde assistir: NETFLIX

ELI causou rebuliço no seu lançamento, não pela qualidade, mas sim por alguns relatos aleatórios de pessoas tendo visões aterrorizantes depois de assistir o filme original do Netflix.

Mas a verdade é mais light do que parece, no filme, Eli é um garotinho aparentemente com uma doença autoimune, o que o obriga a viver dentro de uma bolha plástica 24 horas por dia. Mas um dia, seus pais resolvem levá-lo para um terapia alternativa em uma aterrorizante mansão com todo um sistema de isolamento com o ambiente externo, e aí as coisas começam a serem reveladas.

O filme tem uma história bacana e intrigante, e um desfecho inesperado somado isso a alguns sustos aleatórios, mas no fim o filme mais diverte do que assombra, com algumas sacadas de humor bem criativas na parte final.

 

4 –  Countdowm

Qualidade:

Nível de cagaço:

Onde assistir: AMAZON PRIME

Um aplicativo de celular que diz quanto tempo você tem de vida, e sim, fizeram um filme de terror sobre isso e eu estou indicando pra vocês. Mas Countdown tem todos os elementos que fazem desse tipo de terror divertido de assistir. Alguns Jump Scares desnecessários, alívios cômicos bregas, personagens esquisitos e a velha e boa curiosidade burra estão presentes nesse sólido filme de terror tradicional teen americano.

Apesar da pastelada, Countdown é competente na narrativa, e entrega um roteiro bem redondinho do começo ao fim. Vale a pena dar uma olhadinha, há, o aplicativo assassino existe de verdade, igualzinho ao filme, vai encarar?

 

3 – Mindsommar

Qualidade:

Nível de cagaço:

Onde assistir: AMAZON PRIME

Mesmo com apenas dois filmes na bagagem, o diretor Ari Aster já é uma lenda do gênero, principalmente por trazer um tipo de narrativa absurdamente perturbadora para seus filmes. Mindsommar é seu segundo filme, um terror psicológico dos brabos, narrando a história de uma moça, que após uma tragédia familiar, resolve viajar com o namorado e seus amigos para uma remota região da Suécia para participar de um ritual milenar.

Mindsommar tem todos os elementos que fizeram do primeiro filme do Aster um sucesso (vou falar deste outro filme depois). Atmosfera pesada, trilha sonora angustiante, ângulos de câmera pouco convencionais (de cabeça pra baixo? sério?) e uma história que caminha de forma lenta e gradativa, com pequenos saltos, mas terminando sempre da forma mais avassaladora possível.

Alguns vão falar que ele repetiu muito a fórmula do primeiro filme do diretor, mas convenhamos, um filme de terror psicológico feito quase que inteiramente sob a luz do sol, não é uma missão fácil.

 

2 – Hereditário

Qualidade:

Nível de cagaço:

Onde assistir: AMAZON PRIME

Aproveitando o gancho do filme anterior, vamos falar de outra obra de Ari Aster, que na minha opinião, é um dos melhores filmes do gênero nesta última década. Hereditário é um angustiante filme que relata os últimos dias de uma família assombrada pela morte da Vó, que antecede uma sequência de acontecimentos trágicos em todos os moradores da casa.

Hereditário é aquele tipo de filme que você não gostaria de estar assistindo, a atmosfera do filme é pesadíssima, e as cenas de violência vão te fazer ficar uns dias mergulhado em seus pensamentos e a condução do filme segue sempre para o pior rumo possível, terminando com um desfecho interpretativo assustador.

Não veja! Quer dizer, veja!

 

 

1- A Bruxa

Qualidade:

Nível de cagaço:

Onde assistir: NETFLIX

Não, não é a Bruxa de Blair, e na minha opinião é muito pior. A Bruxa é um filme sujo, sem cor, escuro e assombroso. Produzido por uma produtora brasileira, o filme narra a história de uma família de colonos britânicos recém chegados aos EUA. Banidos de sua terra, fogem para o interior, ainda inóspito, onde forças sobrenaturais horrendas pairam sob o ambiente.

O filme chegou ao catálogo sem alarde, mas logo ganhou projeção devido a sua atmosfera criativa e aterradora, já avisando que o filme é super cadenciado e caminha de forma lenta o suficiente para você se adentrar naquela atmosfera.

A Bruxa tem ótimo valor de produção, os cenários são muito bem desenvolvidos e até mesmo durante o dia, não existe alívio no quesito tensão e medo. Assista usando fraldas.

 

O que vocês acham? gostaram? comentem e façam suas indicações…

 

Leia Mais
TGS 2020: Scarlet Nexus ganha videoclipe musical de banda japonesa