Microsoft volta atrás e decide não aumentar o preço da Live Gold

Nas ultimas horas a Microsoft se tornou o centro das atenções mas não do jeito bom. Ela havia anunciado um aumento significativo nos valores das assinaturas da Live Gold, o que gerou uma série de discussões na internet.

Como parte da estratégia dela para forçar os usuários assinarem o Game Pass Ultimate, essa tática não foi muito bem aceita pela comunidade. A empresa havia informado que a assinatura mensal custaria 10.99$, a de três meses  29.99$ e a 6 meses 59.99$, ou seja, você teria que pagar o valor de uma assinatura de 12 meses, para ter apenas seis. E além disso, ela removeu a possibilidade de fazer a assinatura anual, o que ficou mais ridículo ainda.

Mas devido a imagem negativa que isso foi gerando, a empresa decidiu voltar atrás na decisão. A mudança foi informada através de uma comunicado em sua pagina oficial.

Nós erramos hoje e você estava certo em nos avisar. Conectar e jogar com amigos é uma parte vital do jogo e não conseguimos atender às expectativas dos jogadores que contam com isso todos os dias. Como resultado, decidimos não mudar o preço do Xbox Live Gold.

Estamos transformando este momento em uma oportunidade de trazer o Xbox Live mais alinhado com a forma como vemos o jogador no centro de sua experiência. Para jogos gratuitos, você não precisará mais de uma assinatura Xbox Live Gold para jogar esses jogos no Xbox. Estamos trabalhando duro para entregar essa mudança o mais rápido possível nos próximos meses.

Só resta saber se a desistência do aumento de valores passe a valer aqui no Brasil também, e que a opção de assinar 12 meses também volte no varejo pois nos revendedores oficiais não existe essa possibilidade mais.

 

Leia Mais
NieR: Automata vende mais de 5.5 milhões de unidades