Caixa Indie: Breaking Gates

Eu não faço a mínima ideia da dificuldade que um estúdio tem que enfrentar para lançar um jogo no Brasil. O que sei é que há muitos projetos promissores que necessitam de apoio e divulgação.

A missão do Xbox Mania é justamente de divulgar para o máximo de pessoas possíveis os jogos nacionais que estão em desenvolvimento ou que já foram publicados. Muitos passaram despercebidos sem receber o devido reconhecimento.

O jogo do Caixa Indie de hoje é o Breaking Gates. Um título que está no modo de acesso antecipado e que se mostra muito promissor.

A história

Portais dimensionais surgiram por toda parte. O reino encontra-se ameaçado e há suspeitas de que alguém está tentando invadir aquele mundo.

Aventureiros de todos os lugares são enviados para encontrar e destruir as fontes de energia desses portais.

Um bravo Capitão liderará os jovens guerreiros nessa empreitada. Enviando-os a pontos estratégicos daquele lugar.

Hako, um dos jovens aventureiros terá como companheiro Igro, um ser criado pelos alquimistas do reino com a capacidade de absorver a energia dos cristais.

E assim, começa a nossa aventura…

Apreciando o jogo

Breaking Gates é um jogo de ação e aventura 2D, com várias áreas para explorar, segredos escondidos, equipamentos raros para serem fortalecidos e chefes épicos para derrotar. Essa é a sinopse que você vai encontrar no Steam desse maravilhoso game nacional. Eu tive a oportunidade de jogá-lo por algumas horas no final de semana e fiquei muito empolgado com o que vi.

Por se tratar de um jogo de ação, penso eu, os controles necessitam de precisão e fluidez. Esse é o caso desse jogo, cujos movimentos são bem gostosos de executar. Depois de alguns minutos passei a desviar de ataques com precisão e consegui desferir combos incríveis em meus adversários.

Outro ponto interessante no título é sua parte visual, que lembra um pouco o Mario Paper da Nintendo. Os cenários são bem feitos e os personagens possuem uma animação muito interessante. Há alguns pontos na parte gráfica que necessitam de melhoramentos, mas isso faz parte dessa fase desenvolvimento do game.

A parte sonora está muito boa e a música que toca quando enfrentamos o primeiro boss dá o tom ideal para o momento. Outro ponto que preciso mencionar é a organização dos menus e da HUD. Os menus estão bem organizados, com uma divisão clara de cada seção e os itens dentro de cada divisão estão muito bem descritos. Não existe nada pior do que um menu confuso e com descrições ruins.

Os ícones na tela principal estão na parte superior e inferior, todos possuem um tamanho ideal, sem comprometer o nosso campo de visão. Porém deixarei aqui uma observação sobre o atalho para o uso de itens. Seria interessante que o tamanho dele fosse um pouco menor, porque assim que você adiciona um item a ele, o atalho surge na parte inferior da tela, logo acima dos botões de atalhos para os ataques especiais.

A estrutura do game

O título no momento possui apenas dois mapas completos. Eu finalizei o primeiro e pretendo terminar o segundo em breve. Olhando mais atentamente a descrição do jogo no Steam, me deparei com a seguinte informação: atualmente é possível jogar apenas com um personagem. Será que teremos a possibilidade de usar outros tipos de lutadores? Fiquei muito curioso, pois jogar com o Hako está bem interessante.

Os mapas dos cenários são bem simples e muito fáceis de se localizar. Há pequenos portais espalhados pelo cenário, que permitem o transporte rápido do nosso personagem para algum ponto do mapa. Mas para que isso aconteça será necessário encontrá-los antes.

No game temos o objetivo primário de destruir os cristais, mas o título não se resume somente a isso, há itens interessantes espalhados por aí, aguardando os jogadores mais curiosos. Eu tive a oportunidade de encontrar alguns e pretendo terminar de achar o resto. Temos desde baús a manequins de combate. Fora os materiais que serão muito úteis no upgrade dos nossos equipamentos.

Trailer do jogo

Lembrando que o jogo está em acesso antecipado, ou seja, muitas mudanças virão. Mas nesses primeiras fases já é possível sentir o quão promissor é esse jogo. Há uma versão para o celular também, que ainda não tive a oportunidade de testar.

Outrossim, os desenvolvedores anunciaram através da sua página no Steam que novos cenários chegarão em breve, com muitas outras novidades, portanto, não deixe de colocá-lo na sua lista de desejos na Steam.

Sobre o estúdio

O Ylun Games é um pequeno estúdio localizado no Rio de Janeiro.

Links: Steam | Twitter | Android

Leia Mais
A nova heroína de Overwatch é Brigitte