Análise – The Adventure Pals

453

Nossa análise de The Adventure Pals começa muito antes de nosso amigo, sua girafa e a pedra de estimação resgatarem seu pai. Em meados de 2016 o projeto deu início no Kickstarter e recebeu um bom respaldo da comunidade arrecadando 68% do valor total projetado.

A produtora Massive Monsters apresentou aos participantes um projeto ambicioso, um game plataforma em 2D, com tons singulares, cores vibrantes e principalmente uma característica própria. Praticamente 100% dos elementos apresentados na tela possuem cores vibrantes e são super detalhados, parece que você está jogando um Desenho Animado em tempo real. Como se não bastasse, somos apresentados a três personagens pra lá de carismáticos e com aspectos ímpar. Todas estas características regadas a uma dose, na medida certa, de humor resulta em uma aventura épica e inesquecível.

A história é simples e até um pouco clichê, porém possui elementos incomuns que a transformam em algo surreal. Você comanda um garotinho (sem nome) que teve o pai sequestrado pelo misterioso Sr. B, sua missão é resgatá-lo a tempo antes que ele seja transformado em um Cachorro Quente! sim é isto mesmo que você acabou de ler, um Cachorro Quente. Durante esta épica missão de resgate você contará com a ajuda de uma Girafa (Sparkles) que você ganhou de presente de aniversário e a sua pedra de estimação.

A aventura pode ser jogada de duas formas, solo ou cooperativo. Muitas pessoas preferem aventurar-se sozinho, mas sejamos sinceros, não seria muito mais divertido jogar com o seu melhor amigo na mesma tela? Bem, esta talvez seja um dos melhores diferenciais que o jogo oferece. Derrotar os inimigos lado-a-lado com seu amigo é muito melhor.

O mundo de The Adventure Pals é relativamente grande, o jogo conta com 5 áreas distintas, cada uma com seus personagens, armadilhas e inimigos únicos. Cada área possui duas cidades, as cidades contam com suas próprias histórias e personagens. Dentro das cidades você encontrará uma arena de batalha, loja de power-ups e adereços e também um agrupado com 5 níveis. Assim que você desbloquear todos esses locais, estará apto para viajar para qualquer um deles a qualquer momento da história.

A progressão do jogo é simples, fácil e intuitiva, conforme novas áreas são liberadas o nível do jogo vai ficando cada vez mais desafiador, nada muito punitivo como Cup Head, tudo na medida certa em seu devido tempo. A primeira vista o jogo parece ser bastante complexo, mas na verdade ele não é, tudo isso graças as diversas situações engraçadas que o jogador irá presenciar durante a aventura.

A estrutura de evolução do personagem segue a estrutura básica que outros jogos similares oferecem, conforme você destrói os inimigos o seu personagem vai acumulando experiência para ser trocadas por novas habilidades e aprimoramentos do jogador.

O gameplay é fluído e competente no que se propõe, a movimentação precisa do personagem proporciona ao jogador a possibilidade de criar estratégias de combate durante o jogo. Nem sempre o melhor caminho é dar uma de rambo, quebrando tudo contra todos, é necessário um pouco de paciência para, por exemplo, jogar uma bomba afim de separar o grupo de inimigos e ai sim partir para o combate corpo-a-corpo. Não podia deixar de comentar as lutas contra os chefes, monstros colossais e ridiculamente épicos.

A questão sonora ficou a cargo da HyperDuck SoundWorks, responsável por jogos como Dust: An Elysian Tail, Knightmare Tower e Kingdom Rush. Sejam os mais simples efeitos sonoros até as mais alegres trilhas sonoras, temos novamente a confirmação do que foi dito acima, parece que estamos jogando um Desenho Animado em tempo real, tudo combina perfeitamente no ambiente apresentado.

Para finalizar vale um breve comentário a respeito da parte gráfica, visualmente, o jogo mostra claramente que possui fortes inspirações em desenhos animados como Adventure Time e Gravity Falls. Tendo em vista uma harmonia de cores brilhantes e envolventes, mas que ao mesmo tempo seja sutil e não desgaste a visão do jogador.

"Maniômetro"

Gráficos8
Som8
Jogabilidade8.5
Diversão9.5

Prós

  • Visual de desenho animado
  • Gameplay simples e didático
  • Coop local

Contras

  • Relativamente curto
  • Poucos momentos de desafio

Conclusão

8.5Mais do que uma simples aventura 2D, The Adventure Pals apresenta uma aventura épica sobre amizade, exploração e sua girafa. Inspirado em títulos como Adventure Time, Castle Crashers, Zelda e Banjo Kazooie, temos um jogo cativante e com características próprias.

Telmo Camargo
o autorTelmo Camargo
Xbox Mania
Amante de um bom Rock n' Roll, Videogame, Corridas e Hockey, sim HOCKEY, aquele que os caras patinam no gelo atrás da "bolinha". Ahhh sim agora também Pai e um pouco menos gamer porém com Fé que tudo vai melhorar \o/